quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Que pena que acaba...


Por que será que uma hora as coisas precisam acabar? Fico olhando para tudo que construí ao longo dos anos e acho tudo tão bonito, tão perfeito que dá um medo de perder tudo de uma hora para outra. E nessa vida só há uma certeza: uma hora vai acabar!Ontem fiquei olhando o Marcelo, deitado ao meu lado, me olhando também. Aqueles olhinhos marrons brilhando cheios de ternura, as bochechinhas rosadas a qualquer hora do dia, a pinta na ponta do nariz, as marcas de expressão que mostram que ele não é mais o “muleque” que eu conheci quatro anos atrás, e a boca sorridente que me mostra que ele nunca deixará de ser um menino feliz (graças a Deus).


Nossa história é tão bonita, tão bonita que assusta. Demoramos tanto para finalmente ficar juntos e hoje é tudo tão perfeito, que dá muito medo. Ontem ele me disse: que sorte que a gente se encontrou né? Muita gente não encontra a pessoa perfeita para ela… “que sorte a nossa heim? Entre tantas paixões, esse encontro nós dois, esse amor (Vanessa da Mata)”.


A gente mora junto há 8 meses. Namoramos há 3 anos. E trabalhamos juntos, again, há 5 meses. Nas últimas duas semanas estamos fazendo o mesmo horário, ou seja, ficamos juntos 24 horas por dia. Acordamos juntos, vamos e voltamos do trabalho juntos, jantamos juntos, dormimos juntos, arrumamos a cama juntos, enfim, fazemos tudo juntos…essa semana, no carro, no meio do maior trânsito do mundo, ele olhou para mim e disse: porque será que não nos cansamos um do outro heim? Ufa! Quem bom que ele tbm pensa assim, porque eu JAMAIS me canso dele.


É muito difícil colocar no papel o quanto estamos felizes com nossa vida, com a família que construímos. O Théo é nosso filhinho lindo que veio para completar a família “peluds”. É bem comum, olharmos um para o outro, e ficarmos meio extasiados com o que temos, e com medo de que acabe…


Ontem fiquei pensando em como será quando um de nós morrer. Já fiz ele me prometer, milhares de vezes, que ele só vai depois que eu for. Não consigo nem imaginar minha vida sem ele. Dá um nó na garganta e os olhos se enchem de lágrimas, sem demagogia. Mas no fundo fico pensando que, por mais que eu não queira viver sem ele, eu quero menos ainda que ele sofra. Eu faria qualquer sacrifício para não ver o Marcelo sofrer. Qualquer. Até ficar sem ele. Já disse que se ele quiser me deixar, que se não for mais feliz ao meu lado, serei a primeira a dizer para ele ir. Não sei ficar sem ele, mas não conseguiria vê-lo sem que ele estivesse 100% feliz.


Essa semana estava assistindo Extrame MakeOver e a esposa estava com câncer. Ela disse que só tinha forças para lutar contra a doença porque o marido dela a amava demais e afirmou: “quando você tem alguém que te ama mais do que a si próprio você não quer morrer, porque essa pessoas vai sofrer demais”. Falei para o Marcelo: que bonito isso né? Queria que você me amasse assim…ele então me olhou e disse: Deus queira que nunca aconteça nada para que você saiba que eu já te amo assim…Foi uma das coisas mais lindas, tocantes e emocionantes que já ouvi!!!



As vezes me sinto vivendo em um conto de fadas, e tenho medo porque sei que eles não existem…

1 comentários:

Debora on 21 de agosto de 2009 11:50 disse...

Ai, sua boba! Vc me fez chorar!!!
Saudade

 

Casarando Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino